Edwin Hardin Sutherland

Edwin Hardin Sutherland (nascido em 13 de Agosto de 1883 em GibbonNebraska – falecido em 11 de Outubro de 1950 em BloomingtonIndiana) foi um renomado sociólogo estadunidense, que ganhou enorme reconhecimento pelo desenvolvimento da teoria criminal da associação diferencial e pela introdução do termo “crime do colarinho branco”, entre outras contribuições. Formou-se nas matérias de sociologia e economia política na Universidade de Chicago, em 1913.

Sutherland viveu e estudou na juventude em Ottawa, Kansas e Grand Island, Nebraska. Em 1904 formou-se no Grand Island College, e depois ensinou latim, grego, história e pronunciação durante dois anos no Sioux Falls College na Dakota do Sul. Em 1906 deixou Sioux Falls para entrar na escola de graduação da Universidade de Chicago, onde recebeu seu doutorado em 1913. Ele mudou seu curso de graduação de História para Sociologia e Economia Política. Grande parte de seus estudos foram influenciados pela abordagem da Escola de Chicago no estudo do crime, que enfatizava fatores sociais e físicos do ambiente ao invés de características individuais ou genéricas como determinantes no comportamento humano. Também se inseriu na linha de pensamento sociológico do interacionismo simbólico.

Depois de formado, Sutherland passou pelas instituições de William Jewel College, Missouri (1913-19), Universidade de Kansas (1918), Universidade de Illinois (1919-25), até chegar à Universidade de Minnesota em 1925.

Sua reputação foi solidificada como um dos líderes da criminologia norte-americana durante seu período na Universidade de Minnesota, onde trabalhou de 1926 até 1929. Durante esse período, se dedicou a uma sociologia cujo foco era entender e controlar os problemas sociais. Em 1929, por meses, Sutherland estudou o sistema penal britânico durante uma passagem pela Inglaterra. Também em 1929, trabalhou como pesquisador no Bureau of Social Hygiene em Nova Iorque, antes de, em 1930, se tornar um pesquisador pela Universidade de Chicago. Em 1935 tomou lugar na Universidade de Indiana, onde permaneceu até sua morte em 1950, sendo responsável pela criação da Bloomington School of Criminology na instituição de Indiana.

Durante o seu tempo em Indiana, Sutherland publicou quatro livros, incluindo Twenty Thousand Homeless Men (1936), The Professional Thief (1937), a terceira edição de Principles of Criminology (1939), e a primeira edição de White Collar Crime (1949). Sutherland foi eleito presidente da Sociedade Sociológica Americana em 1939 e da Associação de Pesquisa Sociológica em 1940.